Fecomércio-BA e Sebrae apresentam uma série de workshops sobre ecossistemas de inovação na Bahia

A Fecomércio-BA, juntamente com o Sebrae, e o apoio da Fundação CERTI, estão realizando uma série de Workshops de Planejamento do Ecossistema de Inovação de forma virtual e gratuita, nos dias 23, 28 e 30 de setembro, nas cidades de Feira de Santana, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista, respectivamente. O objetivo geral do projeto é fortalecer o ecossistema de empreendedorismo e inovação desses municípios.

Participam dos três eventos online representantes de instituições públicas e privadas, do ambiente acadêmico e da sociedade civil organizada. Para ter acesso ao Workshop é necessário que seja realizada a inscrição e o preenchimento do formulário disponibilizado através do link https://bit.ly/EcossistemasInovaçãoBahia

De acordo com o analista em Gestão de Projetos do Sebrae, Maurício Fernandes, essa iniciativa integra o projeto de desenvolvimento de ecossistemas locais de inovação.

“Esse é um projeto que nasceu a partir de uma metodologia Sebrae e que já foi testada e validada em outros estados do país. Essa aplicação consiste na caracterização do ecossistema de inovação a partir da identificação dos atores, da avaliação do nível de maturidade e, por fim, da construção de um plano de ação integrado com os atores locais, com vistas a melhorar o ambiente de negócios para o desenvolvimento de mais empreendimentos inovadores”, pontua Fernandes.

Os workshops são resultados do trabalho iniciado, em julho, com a pesquisa dos principais atores dos setores produtivos e instituições de ensino. A partir da análise do nível de maturidade destes ecossistemas, será possível formular e

consolidar planos integrados de intervenção, com vistas ao desenvolvimento de iniciativas inovadoras.

A coordenadora do Centro de Inovação da Fecomércio-BA, Maria Medeiros, ressalta que “a integração de esforços entre a Fecomércio e o Sebrae evita o sombreamento de ações e reforça as iniciativas de inovação que contribuem para a dinamização das empresas locais e da economia desses municípios”.

Além disso, “o uso de uma metodologia já testada e aprovada é fundamental para que as ações que integram este projeto estejam muito bem planejadas e consigam abrir espaço para novos negócios e expandir os existentes. Estou segura que os desdobramentos dessa iniciativa irão conferir mais dinamismo econômico regional, objetivo que se compatibiliza com o compromisso da Fecomércio de ser a melhor e a mais ágil opção de liderança e representatividade dos sindicatos patronais e das empresas de comércio de bens, serviços e turismo”, destaca Medeiros .